(98) 98537.7848 | 3199.0923 contato@estanciabelavista.org.br

Transtorno Bipolar

O Transtorno Bipolar é uma doença de desordem cerebral que causa mudanças extremas e prolongadas de humor, como em dois pólos diferentes, podendo oscilar entre extrema alegria ou extrema tristeza, assim como também euforia.
Nosso diferencial
5

Metodologia única, com resultados surpreendentes;

5

Cada tratamento é analisado pela equipe terapêutica de forma individualizada;

5

Os pacientes têm acessos aos meios de comunicação diariamente, inclusive internet sempre monitorados por um profissional;

5

Nas visitas as famílias podem ter uma orientação psicológica e também acompanharem a evolução do paciente;

5

Ressocialização constante com saídas terapêuticas supervisionadas.

Fases do Transtorno Bipolar

Existe a crença de que o transtorno bipolar envolva apenas períodos de extrema alegria, seguidos por muita tristeza, porém, a verdade é que os episódios dentro do espectro podem apresentar características não tão simples de identificar:

^

Mania

A euforia (ou mania) é uma das fases do Transtorno Bipolar e caracteriza-se por um estado de exaltação do humor, com aumento de energia, sem qualquer relação com o momento que o indivíduo está vivendo. Nesse período do transtorno bipolar, o paciente não está deprimido e nem alegre por um motivo especial, mas apresenta humor eufórico, irritável ou mesmo jocoso ou arrogante. Mania de grandeza também é muito comum. Em geral, a mudança do comportamento na euforia é súbita, mas o indivíduo não percebe a sua alteração ou a atribui a algum fator do momento. O senso crítico e a capacidade de avaliação objetiva das situações ficam prejudicados ou ausentes, com explosões de raiva e fúria.
^

Hipomania

Uma outra fase que uma pessoa bipolar pode experimentar é a chamada hipomania, que seria um estado de mania mais leve e que traz menos prejuízo. Geralmente, a hipomania acarreta em um funcionamento acelerado, porém produtivo para o paciente. Muitos não identificam que estão em fase hipomaníaca, nivelando esse período como a fase eutímica. Esse ponto é importantíssimo, pois muitos pacientes, quando estão entrando em hipomania (podendo evoluir para a mania ou não) são resistentes quanto a manter o tratamento e muitas vezes param com a medicação, o que se torna um grande problema para estabilizar o transtorno.
^

Depressão

As fases de depressão dentro do transtorno bipolar também são consideradas um subtipo de depressão. Existe a depressão bipolar tipo 1, que é intercalada com episódios de mania, e a tipo 2, na qual os episódios fora da depressão tem uma euforia um pouco menos intensa. Os sintomas apresentados na fase de depressão são os mesmos de um episódio depressivo: humor deprimido, falta de energia, falta de iniciativa e vontade, falta de prazer, alteração do sono, alteração do apetite, lentidão do pensamento, lentidão motora. Já nas fases de euforia, o paciente pode apresentar sintomas como: agitação, ocupação com diversas atividades, obsessão com determinados assuntos, aumento de impulsividade, aumento de energia, desatenção e hiperatividade. A pessoa com esse quadro geralmente acha que está bem e saudável.
Especialidades

Como funciona

i

Metodologia

Metodologia única, com resultados surpreendentes.
w

Comunicação

Os pacientes têm acessos aos meios de comunicação diariamente.

Equipe

Especialistas com formação e identificação com a saúde mental.

Tratamento

Equipe terapêutica que analisa de forma individualizada.